Como eu escolhi a Otorrinolaringologia

Como eu escolhi a otorrinolaringologia?
Hoje eu quero compartilhar um pouco dessa história com você
 😊

Durante a faculdade de medicina sempre soube que queria uma especialidade que incluísse tanto atendimentos clínicos quanto procedimentos cirúrgicos, que eu trabalhasse tanto com adultos como com crianças e que tivesse espaço também para mim! Sim, eu queria e gostava de (quase) tudo! rsrs Como assim?
Desde muito cedo tenho comigo valores e práticas sem os quais a vida seria, para mim, bem mais sem graça…
Práticas e estudos ligados ao autoconhecimento, atividades físicas regulares, alimentar-me bem e com consciência, estar com minha família, amigos, viajar… São pilares para o meu bem viver!
E nunca permiti (exceção para o primeiro ano de residência, trabalho insano) que a “vida de médico” me roubasse o prazer de todas essas experiências!

E aí, pliiiiimmmm!!!! A mágica aconteceu!!! Quando passei pelo estágio da otorrinolaringologia soube no ato que seria a minha especialidade!   Uma especialidade que “tratava” do ouvido/nariz/garganta?
Que incluia 3 dos nossos 5 sentidos clássicos: audição, olfato e paladar?   Que sabia a importância da boa respiração, do equilíbrio e da qualidade do sono para uma vida mais bem vivida?   Que me permitia integrar e aplicar tantos significados de tudo o que eu acreditava no dia a dia da minha profissão?

E ainda incluia adultos e crianças?  Tudo isso numa especialidade só?!?!
Mal podia acreditar!!!
Foi assim que a otorrinolaringologia me escolheu!
E me ajuda trazer a cada dia mais sentido aos meus tantos e tantos sentidos!